13 de fevereiro de 2010

Café Costa e Avatar

Depois de tomar um café no Costa, fui assistir um filme que eu queria muito ver – Avatar, em 3D. [para quem não sabe, é o tão esperado filme de James Cameron, conhecido por ter dirigido Titanic]

Para quem ainda não viu o filme, a produção é um espetáculo, uma obra prima e, como muitos disseram pelas mídias afora, ‘um marco do cinema contemporâneo’, o que eu também achei. Gostei muito de entrar no mundo imaginário de Pandora, com fotografias sensacionais em 3D, um lugar qualquer no universo que nos remete ao passado da Terra, onde o homem foi criado por Deus para ter uma vida de glória junto a toda criação e, através da ficção nos deparamos com seres alienígenas, os Avatars, que vivem exatamente isso na sua essência e descobrem que estão sendo atacados por “demônios” usurpadores, disfarçados com corpos programados, assim que máquinas e naves militares começam a se aproximar deles - nada mais nada menos que o ser humano, homens desbravadores deste mundo, cheios de ego em suas ações militaristas para alimentar o ativismo impulsionado pela roda da fortuna que é o capitalismo selvagem do nosso dia a dia aqui na vida real! Ganham o espaço e repetem o mesmo erro cometido na sua própria casa.

É uma surpresa para quem vive freqüentando as salas de cinema desejando ver os ‘aliens’ sendo destruídos enquanto nos atacam e tentam tomar o nosso planeta doente. Desta vez eles são azuis e vivem a la ‘Pocahontas’ dentro de uma selva cheia de efeitos que achei o máximo. Também gostei do romance bem construído, nada como o do Titanic, fora que no final ele não morre, e tem pitadas do mundo espiritual no meio, mas aí quem assiste leva para onde quiser, de acordo com cada conhecimento, visão - vão para a origem dos nomes Pandora e Avatar, que respectivamente lembram as caixas cheias de pragas e pestes e crenças hinduístas, ou simplesmente vão para o subliminar, criando a sua própria versão e interpretando de acordo com a sua realidade, como eu fiz - quer ver? rs

Eu acabei imaginando o seguinte paralelo: nós cristãos somos como os Avatars, cremos em um Deus vivo, eterno, que nos protege e nos provêm tudo em completa harmonia com a Sua vontade. Existem forças exteriores, alheias a esta vontade, que aparecem, muitas vezes no nosso meio mesmo, dentro dos templos, fingindo ser profetas ou anjos enviados, para tentar nos usurpar e desequilibrar o nosso meio, a razão da nossa existência, porém Deus é tão perfeito que faz todas as ações alheias conspirarem ao nosso favor, até mesmo a conversão daquele que inicialmente tenha sido preparado para ser o nosso maior agressor. E uma vez que qualquer ser vivente tenha uma experiência real com o nosso Deus Eterno, não há volta – ele se converte, entrega-se e tem a sua vida mudada, a sua alma liberta e o seu corpo vira templo de um espírito santo, cheio de novos sonhos e um grande plano de vida pela frente – acaba entrando para a batalha como defensor da verdade e isso gera mais glória ainda entre nós!

Viagem minha ou não, eu particularmente creio que Deus pode falar com o homem como, quando e onde Ele quiser rs... E Ele falou comigo através do filme, testificando tudo o que já vivi até hoje na minha caminhada! =]

Até +!

8 comentários:

Josianni Teixeira disse...

Rs* Adorei a sua versao para Avatar, eu tbm penso assim, achei muito legal o Valor Espiritual que o autor deu no Filme .. E no final o Cartao ???

Baci

Fabio Iorio disse...

@ Josianni

Rs...acabou ficando sem! Não dava tempo para comprar outro :(...

Anônimo disse...

Oi manim típico...Continua inteligente como sempre, Bom saber que está bem, gostei do blog. Que Deus abençoe vc e a Glau, saudades amoooooooo vcs!!!

Ivaldo Filho disse...

Bem, não tinha considerado ainda a possiblidade de enxergar Avatar 3D desse modo... a propósito, já o assisti tês vezes! rsrs A primeira com inha irmã, a segunda com sobrinhos e a última com minha namorada... Ela [minha namorada] gostou tanto que é bem provável q vejamos o filme novamente hahaha
Achei mto interessante seu paralelo com o mundo espiritual.. embora James Cameron tenha puxado a sardinha para uma visão panteísta, somos maduros o sufuciente para filtrar o que se contrapõe à Palavra e reter somente o q é bom.
Um grande abraço, meu irmão!

Famiglia Carozzi disse...

Oi Fá, tudo bem?

Que legal que fez um blog!

Amei o seu texto, ainda não assisti Avatar, mas com certeza olharei com outros olhos quando assistir. Concordo com vc que Deus fala conosco de diversas formas.

Grande beijo a vocês e não esquente com o cartão, o melhor de vc a Glau tem, por merecimento e por bênção!

Deus continue os abençoando!

She

Anônimo disse...

Realmente os cartões na Europa são lindos!!!!
Ainda não fui ver Avatar vou tentar ver neste final de semana. valeu a dica ;-)

Kelly

Gustavo Lisita disse...

Fabio,
Nem preciso dizer o quanto você escreve bem e tem ótimas ideais...
É triste ter sumido o cartão, mas o que vale a intenção... rsss
Não vou comentar sobre o Avatar, pois ainda não assistir, quando fui tentar ver... tinha acabado os ingressos, mas quero voltar no cinema e assistir, para ter uma opinião...
Mas o que mais gostei neste poste... Foi a foto de você e glau, felizes... é isto que me alegra muito em poder contemplar uma alegria e uma felicidade, de duas pessoas que vem fazendo parte da minha vida!

Anônimo disse...

e isso ai fabião, continua viajando isso se chama esta atento cara, estamos com saudades de vc e que DEUS continue falando com vc de forma inusitada, quando acontece comigo e muito louco fica gravado na minha mente como de uma situação em que eu jamais esperava DEUS fala coisas maravilhosas,me faz sentir especial ,me ezorta ,e abre meus olhos .bom saber que vc continua o mesmo sem falar da sua famosa frase, PROSTEM-SE!!!!!
FABIÃO QUE DEUS CONTINUE TE ABENÇOANDO VC E MERECEDOR DE TODA SORTE DE BENÇÃO .

SAUDADES AMIGO.

MARCIO